O projeto Pontes Outras nasceu de inquietações teóricas e práticas de três mulheres envolvidas com literatura, tradução e feminismo.

Defendemos que existe tanto a necessidade de dar maior visibilidade às traduções de textos escritos por mulheres, possibilitando assim reflexões sobre o processo tradutório e de crítica literária, quanto de divulgar importantes escritoras de outros contextos socioculturais que foram pouco ou não traduzidas ao português brasileiro.

Além disso, pretendemos criar um espaço de encontro e incentivo à tradução coletiva — livremente organizada em duplas, trios, grupos — às/aos tradutoras/es que muitas vezes trabalham isoladamente. Percebemos nessa troca uma oportunidade de aumentar o repertório (linguístico e cultural), fomentar a crítica de tradução e estimular a colaboração em longos projetos que demandam esforços não só de tradução, mas de revisão.

Assim, tendo como foco textos literários em prosa e poesia, além de ensaios e teoria sobre tradução, Pontes Outras se propõe a oferecer e convida à contribuição:

— Publicações de traduções, comentadas ou não, de textos escritos por mulheres;

— Publicações de textos de crítica e/ou teoria de tradução também escritos por mulheres;

— Publicações informativas sobre autoras pouco ou não traduzidas no Brasil, com breve nota biográfica e lista de suas obras;

— Uma lista (constantemente atualizada) de tradutoras/es que trabalham/desejam trabalhar com textos escritos por mulheres, para possibilitar o encontro de parcerias de trabalho;

— Uma lista (em processo de construção ) de referenciais teóricos e práticos que auxiliem no trabalho de tradução, contendo qualquer material que seja pertinente à atividade, inclusive dicionários de diversos idiomas;

Futuramente, também planejamos realizar o movimento inverso: divulgar autoras brasileiras para serem traduzidas no exterior.

Colocada nossa proposta inicial, esperamos, então, que Pontes Outras seja um canal de abertura para contribuição coletiva, sempre atento e na escuta das necessidades de tradutoras/es envolvida/os na pesquisa e prática de tradução. Temos toda a intenção de propor caminhos outros, construir pontes outras, a fim de repensar as hierarquias de saberes e poderes que envolvem o traduzir.

Beatriz Regina Guimarães Barboza
Emanuela Siqueira
Julia Raiz

Anúncios